O SOM DO SUL DO MUNDO

O SOM DO SUL DO MUNDO

domingo, 1 de julho de 2012

MOFONOVO#13 "O Beijo da Gilda" - V/A BANDAS DE CURITIBA (JULHO 2012)




Nesta edição do Mofonovo#13 apresentamos vários projetos, bandas e incursões solos, seja no rock mais tradicional como experimental, rap, dub reggae, eletrônico e até MPC (Música Popular Curitibana) com Betina Ina. Para aqueles que vivem numa BOLHA aí está a chance de conferir que existe muita gente fazendo muita coisa aqui nesta cidade fria, porém apaixonante. A capa com foto do meu amigo "Baiano", o Alberto Viana é uma justa homenagem para Gilga que nos anos 80 calou a Boca Maldita de Curitiba com seu jeito livre e extrovertido de ser.

Download AQUI

01 - Abraskadabra  “Tonight” 
Olha que galera: Maka (Bateria), Buga (Voz, Guit), Alemão (Baixo), Trosso (Trombone), Palito (Trombone) e JP (Trompete). Já tiveram o prazer de tocar com bandas americanas como Less Than Jake, Goldfinger e Red Big Fish…. O primeiro Full CD está a caminho.

02 - Alexandre Stresser “Prosa de Notas”                              
Alexandre é multimidia e navega entre a música e as artes gráficas. Suas incursões sonoras vão do intrumental “roots” de cordas com composições orgânicas até ao acústico lo-fi. Gostei demais do seu som, Alexandre. Talento puro!

03 - Arsenal Sonoro “My Time”
Surfmusic com clima de Ilha do Mel, paz, energia, conscientização ambiental nas ondas da natureza.  A banda foi criada através da ideia de amigos que gostavam de surfar e que queriam fazer um som livre de obrigações, apenas para curtir com referência musical no rock Californiano. Acabaram criando um estilo único dentro das vertentes do Surf Music e Reggae. A banda se inclui na onda do “new-balance music” curitibano como as bandas Monaco Beach, Homemade Blockbusters e Colorphonic.

04 - Betina Ina “Eu Já Tive Medo”
Filha de músico, Betina Ina tem influência de Beatles, Mutantes, Secos e Molhados e MPB anos 70. Influenciada pela irmão com quem começou ter aulas de violão, Betina hoje pode se orgulhar de ser um dos expoentes da nova “MPC” Musica Popular Curitibana. Além disso Betina é designer e você pode conferir os trabalhos gráficos dela AQUI.

05 -Crooner Dee "Abaladinha"

Banda do Oneide Dietrich do lendário Pelebrói Não Sei e também Marlenes que ainda conta com Tatos, Suspiro e Diogo. Só por ser um projeto do Oneide já merece respeito pois o cara é fera e quem conhece sabe o que estou falando.

06 - Fabio Serpe "Nenhuma Sombra Por Perto"

Integrante do power trio Supertônica, Fábio faz música simples, clean, sem frescuras e na filosofia CAPOP (Cagando e Andando Pra Opinião Pública). E pra quem ainda não sabe, Fábio e o Supertônica já fizeram uma south american tour pela Argentina, Colombia...

  Nenhuma Sombra por Perto by Fábio


07 - Giancarlo Rufatto "Idem"

Giancarlo se autodefine como pedreiro, marceneiro e Deus do rock and roll. Radicado em Curitiba mas natural de Corenel Vivida no interior do Paraná, já causou nos palcos na cena curitibana principalmente tocando com as bandas do Ivan Santos (OAEOZ e Hotel Avenida). Já gravou alguns CDs e Singles e continua na atividade firme e forte.
  01 idem by Giancarlorufatto


08 - Guilherme Lepca “Stevie Wonder Hates Me”
A praia do Guilherme é o surf-reggae mas seu trabalho vai além com composições de primeira linha que valoriza muito a acústica com batida ska que resulta numa verdadeira rastawave dançante. É um crossover de Peter Tosh e Specials feito em Curitiba. Show de bola, Guilherme!
  Stevie Wonder Hates Me by Guilherme Lepca


09 - Marcel Pace “VítreoDomo”
O sound designer Marcel faz parte de um coletivo de artistas independentes de Curitiba. Designer, baterista, fotógrafo, empresário, ciclista urbano, perfeccionista, autocrítico, curitibano. "VítroDomo" foi feita para uma matéria que escreveu com o coletivo para a revista curitibana de design Clichê. Idéia experimental, performática numa verdadeira mistura de midias.



  vítreoDomo by Marcel Pace


10 - Nick Ramos "Experimental Voices"

Nick também é um experimental-IDM que conheci através do Soundcloud. Minimalista mas sem ser cansativo suas composições voam na ambient-music. Muito massa as over mixagens do cara.  

11 - SearBeats "Psicose"

SearBeats é Eryk Henryk beatmaker enturmado com Lyon Cafébeats que já publicamos aqui nas conpilations do Mofonovo. Na verdade Eryk se diverte fazendo beats experimentais no computador e o resultado é isso aí que você confere em "Psicose". Climão legal para pessoas espertas. Soca a bota aí, Eryk e abração no teu irmão!

  SearBeats - 32 | Psicose by SearBeats

12 - WeeD "Coisas Simples" [Prod. DrinBeats]

"São as coisas simples que eu dou valor, o mesmo sol que nasce é aquele que vai se pôr..." Só pela poesia do WeeD dá pra sentir que o foco da música é extremamente light e que a mensagem é viva e deixe viver curtindo amigos, familia, cerveja gelada. É bom prestar atenção na produção afinada do DrinBeats nesta música do WeeD.

  WeeD - Coisas Simples [Prod. DrinBeats]

Nenhum comentário:

Postar um comentário